quinta-feira, 15 de janeiro de 2015

Comentário | Precisamos falar sobre o Kevin - Lionel Shriver

    
   
     Este livro foi uma leitura que não esperava fazer. Nunca havia ouvido falar sobre ele antes de algumas amigas, e integrantes de um grupo literário de que eu faço parte, falarem dele com tanta empolgação que eu tive que colocar como próxima leitura. O livro me escolheu. E depois de ter me escolhido, me deixou perplexa e empolgada do começo ao fim. Fiquei cansada da narrativa em alguns momentos, mas isso não contribuiu em nada para diminuir a classificação dele, 5 estrelas.
     Precisamos falar sobre o Kevin, é narrado pela mãe dele, Eva. Ela escreve cartas para o ex-marido Franklin, contando como vai a sua vida e relembrando de acontecimentos do passado. Eva começa contando como se sentiu ao dar a luz a Kevin e narra a sua infância. Ele sempre foi um menino diferente, coisa que Franklin nunca enxergou. Então, aos 14 anos de idade, Kevin se torna autor de um massacre em sua própria escola. Será que ele nasceu ruim? Será que a mãe o estragou? Ou terá sido o pai? Será que foi uma combinação dos fatores? Ou será que ele simplesmente quis cometer assassinato? 
    Este é um livro dramático, emocionante e que faz com que o leitor pense em algo que talvez jamais tenha pensado na vida. E se eu estivesse no lugar daqueles pais? Nós nos emocionamos, nos questionamos e nos colocamos no lugar das personagens. Enfim, Lionel Shriver soube como manter o leitor interessado na história do começo ao fim.
    Gostaria de falar mais sobre este livro mas não posso. Ele é uma caixinha de surpresas e eu poderia estragar a leitura de vocês se dissesse mais. Portanto, eu paro por aqui e só digo que além da história ser muito boa ela tem um final surpreendente! Leiam, descubram e depois me contem o que acharam!

Beijos!


2 comentários:

  1. Vamos ver se agora vai... Odeio comentários em blogs. Sou sempre trollada. hahahhaa
    Eu disse anteriormente que é assim mesmo. A gente quer falar mais e mais do livro. Mas, temos que nos conter, porque sempre tem mais alguém precisando falar sobre o Kevin. E não podemos deixar dicas pelo caminho! hehehehee

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Foi! hahahahaha
      Pois é! Quero que as pessoas leiam e tenham a mesma (ou uma melhor) experiência que a minha. São tantas surpresas e partes chocantes que não pude dizer quase nada além da minha opinião sobre o livro. Espero que desperte a curiosidade do pessoal! :)
      Obrigada pelo comentário, Carol! :*

      Excluir