quarta-feira, 3 de dezembro de 2014

Sobre "Um Dia" de David Nicholls


Foto: Arquivo Pessoal

    Enfim terminei a leitura de Um Dia. Estava ansiosa para terminar, pois estava curtindo muito o livro e queria saber o final. Não me decepcionei pessoal, gostei muito da leitura! Mas antes de expressar minhas opiniões mais profundas sobre o livro, quero contar brevemente do que se trata a história. Vamos lá!
É a história de Emma Morley e Dexter Mayhew, dois universitários que se conhecem no dia da formatura, 15 de julho de 1988. Os dois acabam passando a noite juntos, e no dia seguinte cada um segue a sua vida. Então, durante todos os dias 15 de julho, de 1988 á 2006, o autor narra o que acontece na vida de cada um. Seus encontros e desencontros.
    Pois bem, eu gostei bastante do estilo da narrativa. O modo como o autor pensou em contar a história de forma não-linear, de ano em ano sempre no mesmo dia na vida de cada um dos personagens. Não me lembro de ter lido nada assim. O livro é bem dinâmico, há bastantes diálogos, o que eu acho que ajuda nesta parte. E eu gosto disso, apesar de haver capítulos bem longos (o que eu já não curto muito). As descrições não são extensas demais portanto, não cansam, o que é muito bom!
    Achei o livro muito bom na sua totalidade! Comecei a leitura adorando, até que perto do fim houve um acontecimento de que eu não gostei, mas depois de terminar eu acabei entendendo (segundo a minha interpretação da história, claro). Quem leu já deve ter me entendido, quem não leu, trate de ler e de dar sua opinião! rs
Foto: Arquivo Pessoal

    Eu diria que é um livro divertido pela Emma, que é de longe, pra mim, a melhor personagem do livro. Além da narrativa em si que faz com que o livro seja assim. Ele é bonito, por toda a história dos dois e todo o drama que isso envolve. Triste, também pelo drama, por todos os acontecimentos ruins que faz a gente imaginar o personagem sofrendo. E romântico. Não um romântico meloso e cheio de passagens de amor, mas acho que um romântico real. O leitor percebe que não vai haver só flores durante a história. É um romance de meio e final diferentes daqueles que muitas vezes esperamos.
    O livro tem a sua profundidade também, o tema não é apenas o afastamento de duas pessoas. Eles são dois jovens esperando pra se jogar na aventura que é a vida, e tem que lidar com todas as dúvidas, questionamentos, alegrias e tristezas que ela traz. Daí o envolvimento maior que eu tive com o livro. Essa coisa do não saber o que vem pela frente e querer saber, mas ao mesmo tempo temer. Além das lembranças que vem à tona.
Foto: Arquivo Pessoal

    De alguma forma, acredito que todo mundo vá se identificar com a leitura. Vale a pena ler Um Dia!  ;)

Classificação: **** (4 de 5 estrelas)

Nome: Um Dia
Autor: David Nicholls
Editora: Intrínseca
Páginas: 319 (Edição econômica)






 
 

Um comentário:

  1. Não sou grande fã de romances, mas esta história me interessou muito =D
    Adorei sua resenha, um abraço
    Oficina do Leitor / Facebook

    ResponderExcluir